terça-feira, 10 de julho de 2018

Oficina de Iniciação a Arte do Clown/Palhaço com Pepe Nuñez

“Todos temos um Clown/Palhaço dentro de nós, a questão é encontrar o caminho até ele” 
Jacques Lecoq 



Cada Clown/Palhaço é único.
É em torno desta ideia que se desenvolve a iniciação ao trabalho de Clown/palhaço neste curso ministrado por Pepe Nuñez. Uma experiência teórica/prática/histórica, um espaço e um tempo de experimentação por meio de jogos, exercícios individuais e coletivos, reflexões sobre a poética, o trabalho e a função social do Clown/Palhaço e visualização de vídeos de grandes mestres da palhaçaria. Busca-se encorajar o aluno a reconhecer e aproveitar seu próprio ridículo, a rir de si mesmo, estimulando um encontro com sua espontaneidade, sua generosidade e sinceridade no relacionamento que estabelece com a plateia, rompendo barreiras e limites, possibilitando se apresentar com um alto grau de liberdade e ousadia. Ao mesmo tempo daremos subsídios para entender e dominar o jogo cênico da palhaçaria, de forma que, uma vez conquistado o “estado Clown”, Ator e Palhaço consigam, juntos, contar uma historia com linguagem e universos próprios Objetivos Gerais: Iniciar os participantes na prática e cultura do Clown/Palhaço. Objetivos Específicos: a) Aprender sobre a formação histórica e teórica da figura do Clown/Palhaço por meio da leitura de textos, visualização de vídeos, debates e análises coletivos sobre os mesmos. b) Criar um clima de confiança e brincadeira entre alunos e professor que leve a uma dinâmica de trabalho alegre, prazerosa e criativa. c) Reconhecer, aceitar e aproveitar as “zonas errôneas” frágeis e ridículas de cada um. d) Descobrir por parte de cada aluno o seu próprio “estado” Clown/Palhaço. e) Propiciar o primeiro contato individual com o Picadeiro e aprendizado do prazer de se “mostrar” aos outros.

Objetivos Gerais: Iniciar os participantes na prática e cultura do Clown/Palhaço. 

Objetivos Específicos: a) Aprender sobre a formação histórica e teórica da figura do Clown/Palhaço por meio da leitura de textos, visualização de vídeos, debates e análises coletivos sobre os mesmos. b) Criar um clima de confiança e brincadeira entre alunos e professor que leve a uma dinâmica de trabalho alegre, prazerosa e criativa. c) Reconhecer, aceitar e aproveitar as “zonas errôneas” frágeis e ridículas de cada um. d) Descobrir por parte de cada aluno o seu próprio “estado” Clown/Palhaço. e) Propiciar o primeiro contato individual com o Picadeiro e aprendizado do prazer de se “mostrar” aos outros.


Pepe Nuñez é um acontecimento no universo da cena cômica pela experiência que o artista adquiriu ao longo de sua carreira. Reconhecido internacionalmente, já dirigiu vários espetáculos de sucesso como “De Malas Prontas”, da Companhia Pé de Vento Teatro, de Florianópolis, onde mora desde 2000, e “Roda Saia, Gira Vida”, de 1994, do grupo carioca Teatro do Anônimo. Em 1998, montou o seu próprio espetáculo “Bom Apetite”, em que se apresenta até hoje com muito sucesso. 
Natural de Espanha, Pepe Nuñez iniciou a carreira em 1985 e a partir de 1992 passou a pesquisar a linguagem "clown", passando pela Argentina, Estados Unidos, Inglaterra, Brasil e Canadá. Diretor da companhia Pé de Vento Teatro de Florianópolis, é o realizador e diretor do Festival Internacional de Palhaços Ri Catarina e proprietário do espaço Cultural Circo da Dona Bilica. Participou da Comissão de Seleção do edital Prêmio Pro Cultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro de 2010 e do Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.